Manejo

Fitossanitário

Durante um plantio comercial de qualquer espécie cultivada, podem ocorrer diversos problemas, no aspecto fitossanitário, como pragas e doenças. O manejo fitossanitário é um conjunto de medidas adotadas pela agricultura, no intuito de prevenir a propagação desses organismos, especialmente espécies exóticas em um ambiente que não possui mecanismos de defesa natural.

Para a escolha das medidas de controle, primeiramente deve-se fazer uma análise do histórico da área, levantando dados de pragas e doenças comuns no local, espécies cultivadas, as condições climáticas e edáficas do local. Com esses dados obtidos, avaliam-se as pragas/ doenças de maior ocorrência e suas respectivas épocas durante o ano, podendo-se adotar as medidas preventivas, que são mecanismos de defesa antes que a praga/doença se encontre instalada no local. Geralmente nas medidas preventivas, utilizam-se produtos de origem química, conhecido como os agrotóxicos; ou práticas ecologicamente viáveis como confusão sexual em insetos, captura em massa, armadilhas, técnicas de rotação de culturas, utilização de restos de colheitas, melhoramento genético de variedades, policultivos, controle físico de pragas e fitopatógenos, utilização de produtos naturais e controle cultural de doenças entre outros.

gafanhoto